sábado, 22 de março de 2008

mudar d'ares... (cont.)

... continuação: começando pelo voo até Helsínquia para ver se chego finalmente a Arendal.
O branco é das nuvens.

Helsingissä (que é como quem diz: em Helsínquia) fui convidado para um concerto numa discoteca (loja de discos), que encaixei sem dificuldades entre um par de entrevistas. Os Desert Planet, uma banda electro trash com sede, imagine-se, na (minha) faculdade de Arte de Design, cuja audição só se justifica por atracções nostálgicas dos saudosos spectrums, cassetes e gravadores dos anos oitenta, foram os "performers" de um espectáculo que eu sabia bizarro! Fica o vídeo e o "kiitos".
video
science fiction!

kiitos!

Na capital finlandesa (e um pouco por todo o país), o preto continua a dominar a palete de cores qualquer que seja a estação do ano... os finns são assim: escuros. Com as devidas excepções, claro está!

Para aqueles (finns ou não) que sentem que precisam d'algo para a saúde... a solução não é Ferrero, não senhor. A recomendação é a famosíssima Chiquita (por favor não me lembrem a anedota!). Chiquita faz bem, mesmo que seja mini! Hyvää Suomi!

E finalmente... Norge! E... finalmente a menina, que saudades! Não me vou perder com apresentações de Arendal. A Eduarda na Noruega já o fez! Fica só a ideia de que isto se apresenta para os viks como o Algarve para os tugas.
Os dois (três?) últimos dias são dignos de registo. Se por acaso viajasse para sul para fugir da neve teria apanhado um balde d'água nevada! Nevou durante dois dias, o que (quase) nos sugeriu hibernação. Hoje o sol voltou a brilhar, proporcionando umas quantas imagens (talvez) atípicas para este espaço-tempo.
Um "shot" depois da paragem em Oslo e a caminho de Arendal.

A sucata que fez ligação de Nelaug a Arendal.
Surpreendentemente "limpinho"; a ruralidade é outra coisa!

Arendal (ou vista de) à chegada.

Um dia antes do nevão!

Um dia depois do nevão!
(desde a janela das águas-furtadas)

...desde a rua.
(a olhar para cima)

... a olhar para baixo.

A rua que teima em ser um espaço privilegiado
(Tromso, Oslo, Arendal... são assim os viks!)

nem que a neve suba meio metro!

"O" postaleco!

E assim vão os dias por cá... volto agora às limpezas, que amanhã às 9:00 o compasso bate à porta! Ou não...

1 comentário:

Anónimo disse...

Pois é parabens pelo blog só agora pude ler está muito bom abraços do Humberto